Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

DEZ TIPOS DE HOMENS (dos quais devemos fugir…)

                

O OPORTUNISTA

É aquele homem que entra na nossa vida caído do céu, precisamente na altura em que estamos carentes, frágeis, desoladas e revoltadas devido a tantas tentativas de relações frustradas. Inesperadamente, ele mostra-se atencioso e preocupado. Está ao nosso lado, promete e cumpre. ZÁS…! Ele é um “príncipe encantado” e é aí que nos apaixonamos. E é aí que as coisas começam a dar para o torto. Ele começa a por o pé na argola e nós a perdoar. Quem tem coragem de por um fim a uma relação com o “namorado perfeito”?

 

O PREGUIÇOSO

Certamente que tem muitas qualidades mas a sua qualidade maior é estar sentado no sofá a ver futebol. O seu mundo gira à volta daquele sofá. Nem para ir buscar uma cerveja e amendoins se levanta pois tem a escrava para o fazer. E nós fazemo-lo dedicadamente! Sair para jantar fora ou ir à disco ou estar com os amigos? Naaa… ninguém o arranca dali. No máximo, recebe uns amigos para se sentarem ao seu lado e continuar a ver TV. E nós? Nós, ou alinhamos no “senta no sofá” ou saltamos fora!!! Quem aguenta uma vida passada entre sala e cozinha a fazer vontadinhas ao “senhor”?

 

O BANANA

Gosta tanto de nós que até enjoa!!! AAAArgh!!! Ele é o máximo e faz tudo por nós. E é precisamente este o problema pois aceita tudo placidamente, sem discussões. Nós é que escolhemos tudo: o restaurante, o filme, a viagem, a roupa… BOOOORING!!! Quanto não vale um esgrimir de opiniões para escolher o restaurante onde vamos jantar? Então se formos nós a ganhar o jantar sabe a Manjar dos Deuses!

 

O INCONSTANTE

Não sabe viver sem nós. Mas também não sabe se quer viver connosco. Assim, vive em eterno conflito interno. Se nós terminamos a relação, ele fica destroçado e vem atrás de nós para remediar as coisas com falinhas mansas. Se nós cairmos na sua conversa, vai recomeçar tudo de novo!... Vale a pena mudar de planeta, não?

 

O CONTROLADOR

Está sempre em conflito connosco para ser ele a “controlar” a relação: quem beija melhor, quem é mais amoroso, quem gosta mais… Ao fim e ao cabo, isto só revela insegurança e baixa auto-estima! Cuidado para não sermos manipuladas, caso ele se revolte por termos mais auto-estima que ele. Se tiver oportunidade, vai virar o jogo até dar connosco em doidas!

 

O MANDÃO

É ele que manda nas nossas vidas mas nós não mandamos na dele. A relação subsiste em função da agenda e disponibilidade dele e quando nós queremos sair ou precisamos que ele nos acompanhe ao jantar da empresa, nunca tem tempo. Mas ele é tão espectacular e gentil e a sua desculpa tão boa que nós, pobres mulheres apaixonadas, nem conseguimos descobrir se é verdade ou não. Relações de “agora não tenho tempo”, não obrigada!

 

O MULHERENGO

Está sempre com as “antenas no ar” e não lhe escapa nenhum ser da espécie feminina. Mesmo que vá de mão dada connosco, se lhe passar uma beldade pela frente, não resiste a mirá-la de cima abaixo e se for preciso mandar um piropo. Nós ficamos com cara de tacho e chateadas mas não ganhamos nada com isso pois ele não tem consideração por nós. Não queremos partilhar a atenção do nosso namorado com beldades que se cruzam no nosso caminho. Toca a fugir…!

 

O TRAUMATIZADO

Vive em função das memórias da relação com a sua ex-namorada. Para ele, todas as mulheres são iguais (a ela). Vive cheio de tristeza, amargura e crises existenciais em vez de viver o nosso relacionamento. Consequentemente, a nossa relação é constituída por grandes conflitos e grandes ferimentos desferidos pelo nosso namorado. Haja paciência e força nas pernas para fugir desta relação!

 

O MENINO RICO

Liga mais à aparência do que à essência. É cheio de dinheiro e tem uma casa no melhor condomínio fechado e um carro espectacular, último modelo. E muuuuitas mulheres a flutuar à sua volta. Trata-nos como se fossemos um objecto e não temos direito a abrir a boca para reivindicar o que quer que seja. Temos de estar sempre super-bem para ele nos poder mostrar aos amigos como se fôssemos um animal de estimação. Futilidade? Hummm… Passo!

 

O INTELECTUAL

Parece inteligente, sensível e versado em vários assuntos da actualidade. Parece ser maravilhoso. Só tem um defeito: não te deixa falar, não dá importância às tuas opiniões e sugestões e tem sempre um ar de superior com o nariz arrebitado. Que raiva! Que é que quer um namorado que pensa que é o centro do mundo?!?